31.7.14

78° Passionate Angels

5




JB Off

VC On

Acordei com a luz do sol entrando pelas frestas da cortina fechada, me remexi na cama tentando voltar a dormir, mas sentir mãos presas firmemente em minha cintura virei-me para lado e Justin dormia tranquilamente. Aconcheguei-me mais a ele e sentir seu perfume maravilhoso, o abracei e suas mãos me apertaram mais

Dei um beijo em seu queixo e senti ele se arrepiar, fui dando beijos em seu peitoral, seu pescoço e quando dei um selinho em sua boca ele sorriu, suas mãos me puxaram pra cima, e logo foram parar em minha bunda a apertando e me deixando excitada.

Justin me virou na cama ficando por baixo dele e começou a me beijar ferozmente, e puxar minha blusa pra cima tentando tira-la o ajudei a tirando ficando apenas de calcinha, virei-me novamente ficando em cima dele e comecei a rebolar com força em cima de seu membro que já estava ficando duro dentro de sua box preta. Justin sentou-se na cama e começou a beijar e chupar meus seios que estavam meio doloridos, mas naquele momento nada importava.

Ele me beijava e apertava minha bunda enquanto eu rebola em seu membro.
Sentei em seu peitoral enquanto ele beijava minha barriga até o começo de minha calcinha me deixando mais louca ainda. Fui passando a mão por cima de sua box e sentindo seu membro pulsar. Justin estava ficando agoniado naquela situação.

Virou-me na cama e desceu minha calcinha completamente molhada e a jogou em qualquer lugar do quarto, me colocou de quatro na cama e foi descendo beijos de minhas costas até chegar a minha intimidade que chegava a arder de tanta excitação naquele momento. Ele afastou minhas pernas e empurrou minha cabeça para baixo a deixando encostada ao travesseiro, me deixando assim com a bunda empinada pra cima.

Deitou-se na cama de barriga pra baixo deixando sua cabeça na altura de minha intimidade e eu fechei os olhos sentindo sua boca encosta-se a ela. Justin sugava forte minha intimidade e passava a língua a penetrando em mim às vezes.

Não aguentava mais aquilo então me virei  e Justin também ficando de joelhos na cama, fui em direção a sua box que já estava quase rasgando, a puxei para baixo pegando seu membro em minhas mãos o sentindo duro feito pedra, Justin tirou a box a jogando no chão, coloquei minha boca na cabecinha de seu membro a chupando e masturbando o resto de seu pênis, ele arfava enquanto fazei movimentos com minhas mãos em seu membro. Passei minha língua por toda extensão de seu membro e fui o colocando até onde cabia em minha boca o que não cabia ia masturbando com minhas mãos.

Justin me puxou pra cima me beijando com rapidez e eu continuava fazendo movimento com as mãos em seu pênis que eu sentia pulsar em minhas mãos. Parei de beija-lo voltando minha boca em seu membro e senti seus dedos tocarem minha intimidade novamente.

Ele me deitou na cama de lado e se deitou atrás de mim levantando uma de minhas pernas e pegou em seu membro o colocando perto de minha intimidade o esfregando nela me fazendo revirar os olhos de prazer. 

Colocou a cabecinha de seu pênis na entrada de minha vagina e foi me penetrando de vagar, e logo começou a me entocar com força e rapidez ele segurava minha perna para cima para eu não fecha-la. Eu gemia loucamente e Justin respirava fundo arfando.

Coloquei-me em cima dele e peguei seu membro o ajeitando em minha vagina e começando e a rebolar e seu membro, e ele me segurando em minha cintura me ajudando com os movimentos me esfregando com força.

Ele percebeu que eu estava me cansando e me virou me colocando de quatro novamente e me penetrou fundo me fazendo gritar e é nessas horas que eu agradeço ele morar sozinho.

Justin me entocava com força e rapidez e eu percebi que ele estava chegando a seu ápice e eu também não iria demorar muito. Ele me virou sem sair de dentro de mim e continuou a me penetrar e logo sentir seu liquido quente dentro de mim, e logo eu também avia gozado.

Justin caiu ao meu lado totalmente suado, vermelho e com a respiração muito ofegante eu não estava diferente. Ele me puxou me fazendo ficar deitada em seu peitoral e abriu os olhos me olhando tirou o cabelo que estava em meu rosto e me deu um beijo e quando parou fechou os olhos respirou fundo me olhou e disse.

JB: Bom Dia meu amor!

VC: Ótimo Dia!

Aconcheguei-me mais em seu peitoral e ele me abraçou e assim ficamos até recuperáramos a respiração que estava ofegante e acelerada.

JB: Vamos tomar um banho?
VC: Aqui está tão bom... Não quero sair daqui. –Disse manhosa-
JB: Também não, mas nós estamos muito suados e grudentos, vamos tomar banho e depois voltamos pra cá.
VC: Tudo bem, bem que eu queria voltar pra cá e ficar o resto do dia agarradinha com você, mas preciso ir ao médico com minha mãe.
JB: Ir ao médico?
VC: Sim, só um checape amor não se preocupe. –selinho-
JB: Hum, qualquer coisa você me liga ok?
VC: Humm ok. Mas agora vamos logo tomar banho.

Levante-me da cama e logo senti um tapa em minha bunda o que com certeza ficaria a marca da mão do retardado do meu namorado.

VC: Idiota! Isso dá estria.
JB: Você ficaria perfeita mesmo com estria. –Disse e me abraçou por trás-

Chegamos ao banheiro e ele foi ligar o chuveiro e eu me sentei na pia, não me importa se estava pelada ele já me viu assim mesmo.

JB: Vem.

Fui até ele que me puxou pra de baixo do chuveiro quentinho.

JB: Vou te dar banho.

Então ele pegou shampoo passou no meu cabelo todo cuidadoso estava quase rindo da cara dele estava numa concentração parecia que estava fazendo uma coisa muito importante não lavando meu cabelo. 

Quando ele terminou de lavar meu cabelo pegou sabonete e começou a passar pelo meu corpo. Depois fiz a mesma coisa com ele, dei banho nele.

JB: Eu fui todo carinhoso com você sua cavala. –Reclamou enquanto eu lavava seu cabelo-
VC: Tem que lavar direito Justin não fazer carinho.

Estava querendo rir da carinha de bravo dele.

JB: Eu lavei direito, mas não fui bruto assim.
VC: Awn meu deus coisa mais fofa bebe. –Disse com voz de enjoada-
JB: Deixa de ser idiota. –Disse e caímos na gargalhada-
VC: Te Amo.
JB: Te amo.

Terminamos o banho e fomos no vestir, Justin vestiu uma bermuda e uma blusa regata preta e um chapéu ridículo.

VC: Tira esse chapéu.
JB: Não amor ele é swag!
VC: Ele é horrível isso sim.
JB: af vai terminar logo de se vestir.
VC: Ui nervosinho!

Ele me olhou com cara feia e comecei a rir e ele se revoltou e saiu do closet. Peguei minha roupa e vestir, terminei de me arrumar e postei uma foto no insta.





... J


Peguei minhas coisas e desci, Justin estava sentado vendo TV, meu celular vibrou e vi uma mensagem da minha mãe dizendo que já estava chegando aqui.

JB: Quer que eu te leve?
VC: Não precisa minha mãe está chegando aqui já.
JB: Você vai voltar hoje pra cá?
VC: Acho que sim por quê?
JB: Nada preciso conversar com você.
VC: Sobre?
JB: Nada de mais, quando você chegar nós conversamos ok.

Antes de eu responder o segurança veio avisar que minha mãe chegou.

VC: Hum ok, vou indo tchau te amo.
JB: Também te amo. –Beijo-

Saí e fui direto pro carro da minha mãe.

VC: Oi mãe!
Mãe: Oi filha, porque não me ligou dizendo que passou mal de novo?
VC: Como sabe?
Mãe: Justin me ligou pra avisar.
VC: Fofoqueiro. Não foi nada de mais mãe, foi só um mal estar.
Mãe: Assim como todos os outros? Você sabe o que isso pode ser não é?
VC: Não é isso ok, que saco.
Mãe: Vamos descobrir agora o que é.

Já estávamos chegando ao consultório do médico da família Dr Garcia. Minha mãe estacionou o carro e não sei como mais tinham alguns paparazzi ali, deve ser porque o Doutor Garcia atende muitos famosos então, descemos do carro e eles já vieram pra cima com aqueles fleches em nossos rostos e suas perguntas idiotas.

Recepcionista: Boa Tarde. O doutor já está a espera das senhoritas.
Mãe: Obrigada.

Fomos em direção ao consultório e o Dr Garcia nos recebeu muito bem como sempre.

Dr Garcia: Então o que lhes trazem aqui?
Mãe: Minha filha está passando muito mal de uns tempos pra cá.
Dr Garcia: Que tipo de sintomas?
VC: Vomito desmaio, tontura coisas desse tipo.
Dr Garcia: Vamos fazer alguns exames e saberemos com certeza o que você tem.

Fiz exame de sangue e outros lá que logo ficaram prontos. Essa também era uma das vantagens daqui os exames ficam prontos no mesmo dia.

Dr Garcia: Bom, se lembra de quando foi sua ultima menstruação?
Quando ele perguntou isso eu gelei.
VC: Faz tempo não lembro direito quanto tempo.
Dr Garcia: Tudo bem deve ter sido há uns dois meses e 13 dias, pois é exatamente desse tempo que você está gravida.


......Continua?......
Ui que fogo esses dois em?
E Agora? 
:* <3




5 comentários: