19.10.14

Don't Say Goodbye - 77

7




Após sair da casa de minha mãe, segui para Toronto novamente.

- Boa Tarde- disse ao porteiro que sorriu.

Manobrei até minha vaga e sai pegando minha bolsa, acionei o alarme e caminhei até o elevador que logo se abriu, ao chegar em meu apartamento, tranquei o mesmo e fui até meu quarto me jogando na cama.

Suja!

Era isso que me sentia, estava morrendo de sono mas precisava de um banho urgentemente, fui até o banheiro e me despi entrando em seguida na banheira que havia colocado para encher, deitei na mesma e fechei os olhos ficando um longo tempo em silêncio pensando, era engraçado, eu já estava de cinco messes mas não havia me resolvido ainda, quando o bebê nascer o que vou fazer? Irei me casar com Justin? Iremos morar juntos ou continuara como esta?

- Ela ta dormindo? - uma voz soou pela minha mente, o que?
- não sei, cutuca ela- disse uma outra voz até sentir algo tocar meu corpo me fazendo dar um pulo enquanto meu coração voava de meu peito.
- ai meu deus.- falei pondo minha mão sobre meu peito.- vocês querem me matar?-perguntei perplexa ao fitar as duas seres a minha frente.
- acharam ela?- soou outra voz entrando no banheiro fazendo as meninas começarem a gritar e fechar a porta.
- o que estão fazendo aqui?-perguntei enquanto pegava uma toalha e me secava.
- viemos te visitar ué.
- quem era?
- Justin.- respondeu Olivia.
- awn, o bebê ta crescendo- falou Emma fitando o volume de minha barriga.
- 5 meses já- sorri.- que horas são?
- quase nove, por que?
- O QUE?- gritei entrando no closet.
- Tava na banheira desde quando?
- duas da tarde- respondi e elas riram.- minha mão parece uma uva passa.
- percebesse.
- Não arranje desculpa, é a velhice- disse Olivia me fazendo dar de dedo.
- se fode.

Após me vestir saímos do quarto indo até a sala onde três criaturas estavam, se você falou Christian, Ryan e Justin. ACERTOU, amanhã pode ir pegar seu um milhão.......só que não.

- O que vocês estavam fazendo?-perguntou o pirralho.
- acordando um ser.
- acredita que ela dormiu na banheira?- disse Olivia fazendo- os rir.
- Vocês vieram para me visitar ou ficar rindo da minha cara?
- na realidade viemos te fazer um convite- disse Emma.
- sobre?-perguntei tomando meu precioso suco de laranja, ou tentava já que um ser de topete roubou ele de mim após eu pegar o mesmo na geladeira.
- um desfile.
- tão roubando?-perguntei e elas reviraram os olhos.
- Vamos desfilar sua anta.
- Viraram modelo e não me avisaram? Cadê a consideração?-perguntei pegando de volta meu suco mas fui interrompida pelo ser me empurrando.- Caralho, me devolve a porra do suco.
- Grossa, eu sou visita- disse ele me fazendo dar de dedo.
- então você vai?-perguntou Emma.
- não sei, quando?
- amanhã?
- muito em cima da hora, não tenho vestido engordei muito. - disse.
- tem aquele preto que você usou na festa do casamento da Cait.
- ta, eu assumo, tenho que trabalhar.
- é de manhã e depois vai ter um almoço.- falou Olivia.
- tenho faculdade.
- você acabou faz quase 5 meses.
- não contei? Estou cursando moda.- disse e eles me fitaram.
- ta de brincadeira?
- não.
- você não quer ir mesmo?-perguntou Emma triste.
- Olha, eu to cansada, trabalhei que nem uma condenada e preciso urgente dormir, amanhã agente se fala.
- mas.- a interrompi.
- tchau.

Os levei até a porta e fechei em suas caras, grossa? Não quando atrapalham meu sono. Voltei para o quarto e me deitei na cama, quando estava quase dormindo meu celular apitou,

TA DE SACANAGEM!!!

Por conta da preguiça, não dei bola e acabei dormindo. Já no outro dia, acordei com meu despertador nada gueludo, ao me espreguiçar sentir meu corpo bater em algo, passei meu braço ao meu lado sentindo outro corpo, agora ferrou.

Quem será? Pode ser um ladrão........mas por que diabos um ladrão iria deitar do meu lado?

Respireu fundo e devagar virei meu rosto fitando a criatura ao meu lado.

- não pode ser- disse assustada.- JUSTIN O QUE VOCÊ TA FAZENDO AQUI?- gritei o empurrando.
- EU NÃO FIZ NADA MÃE!- gritou e em seguida caiu da cama.- ai minha cabeça.
- o que você ta fazendo aqui?- repeti mas dessa vez mais baixo.
- ué, eu disse que iria dormir aqui.
- não, você não me disse nada.
- eu mandei mensagem- continuou fazendo eu raciocinar um pouco.
- então foi você o desgraçado que quase acabou com meu sono?-perguntei pronta para lhe acertar um soco.
- wow, ta agressiva heim?
- seu corno.- disse por fim e em seguida o fitei.- preguiça
- grande novidade.
- cala a boca.- respondi e mostrei a lingua.
- que mostra a lingua pede beijo.
- não quero seu beijo.- disse enquanto levantava porém o mesmo agarrou minha cintura me puxando.
- AI, ME LARGA.- gritei.
- me da um beijo.
- não.
- anda, meu beijo.
- posso pelo menos escovar os dentes antes?-perguntei e ele negou me beijando em seguida, sem a minha permissão.

Já estava sentindo falta de seu beijo, principalmente de suas mãos bobas que neste momento estavam em minha bunda, o pequeno beijo de bom dia acabou virando um um beijo quente resultando a algumas roupas no chão e o topetudo me proporcionando prazer.

- tava com saudades?-perguntou ele enquanto descia uma de suas mãos até minha intimidade e dando um apertão m fazendo arfar.- por que eu estava.

Não respondi, apenas sorri. Terminei de tirar a unica peça de seu corpo o deixando completamente nu, e ele foi fazer o mesmo em mim, mas foi mais fácil por que eu estava apenas com uma camisola e calsinha. Ele foi rápido, sem preliminares isso que eu gosto. Quando menos percebi o mesmo já estava dentro de mim me fazendo gemer igual a uma cachorra no cio, exagero? PORRA EU ESTAVA A QUASE UM MÊS SEM TRANSAR.

Para quem pensa que sou de ferro, se fode, Beleza? Beleza.

Após nossa pequena transa de apenas alguns minutos fomos tomar um banho, não posso negar que teve algumas mãos bobas que me fizeram gozar mais algumas vezes mas fora isso, foi um banho normal. Após toda a putaria nos vestimos e fomos tomar nosso café da manhã, mas dessa vez de verdade.

- vai no desfile das meninas?-perguntou puxando assunto.
- eu tenho faculdade.
- era sério isso?-perguntou e eu assenti.- por que não em contou?
- Decidi e fiz as papeladas tudo ontem.
- ah.
-você vai?-perguntei terminando de enfiar o pão garganta a dentro.
- sim.- riu ele após me fitar.
- que?
- nada.
- me deixa la?-perguntei e ele assentiu.

Após limpar tudo ele me levou até a universidade e seguiu para o salão do evento. O dia foi se passando, para dizer que eu não fui no primeiro desfile das mesmas, sim eu fui, acabei pegando o final mas pelo meno as vi e as fiz ficar feliz. Almoçamos todos juntos e em seguida fomos comemorar em qualquer barzinho da cidade já que era ainda no começo da tarde. Após toda a muvuca cada um foi para seu lado, Justin me levou para o hospital e em seguida foi para a casa de seu pai o faze rum a visita, foi um longo e ótimo dia.

CONTINUAAA?
Gostaram? O que acharam?


7 comentários: