6.9.14

Meaning Of Life - 20 - Discoveries

2





- Meu deus, não acredito que você traiu ele- falou Ryan pela milésima vez- e ainda mais com uma mulher.
- para, não ri de mim- disse já rindo.
- quem a rindo é você- falou e eu revirei o olho.- tenho que desligar, mas quando der vamos marcar de sair, preciso fazer você voltar a ter memoria.
- afz, ta bom, até mais- falei.
- até.- e então joguei o celular na cama.não
Ele é um bom amigo, eu sei que não posso confiar mas eu sinto que posso, eu ando confusa ultimamente, ta, não sobre o sexo que eu gosto, eu só transei com ela por transar, até por que pensei que era um homem mas foda-se. Ainda tem mais a parte do meu plano, ou melhor, do plano que eu preciso criar, eu tenho que pegar aquele galpão, mas não conseguirei sozinha.....Peguei rapidamente o celular na cama procurando até que achei e então disquei.
Tu....Tu....Tu...
- Alo?-  disse a voz do outro lado.
- Petter? Preciso de sua ajuda- falei rapidamente.
- Quem é?- perguntou.
- Sou eu, Kimberly- disse e logo ouvi um "aaah".
- Ata, que tipo de ajuda flor?
- Para roubar um galpão.
- quem é o dono? -perguntou.
- Justin Bieber, pelo menos é agora.
- O que? você é louca?- perguntou pasmo.
- por que?
- é impossível roubar o galpão dele, ele tem mais de mil seguranças.
- e?
- e que você estará morta- falou.
- afz,e se for outro galpão de outro dono?
- ai eu topo.
- ok
- amanhã estarei ai- falou e eu assenti.
- valeu.
- que isso Flor.
E assim desliguei porém dessa vez quem se jogou na cama foi eu. Petter era um bom amigo, não igual Ryan mas ele foi um dos unicos que eu podia chamar de amigo enquanto era a escravinha de Moscou, ele é diferente. Inocente, com certeza.
[....]

- fala gata, estava com saudades.- disse Ryan me abraçando.
- incrivel todas as coincidências de lugares- falei rindo e ele riu.
- o que anda fazendo aqui heim? -perguntou enquanto bebia seu suco de laranja.
- nada demais e você?
- to mais relaxado- falou.- essa semana queriam roubar nosso galpão.
- nossa, que coragem- falei disfarçando.
- pois é, e era uma mulher- falou ele já me fitando um pouco diferente.
- hmnm.
- e eu sei que era você- falou.
- o que? ta louco?
- não se faça Kim, eu sei muito bem nas coisas que você faz.
- mas- ele me interrompeu.- te conheço bem mais que o Bieber mas não estou aqui para dar sermão, apenas quero que não tente mais nada, ele vai ficar louco e querer te matar a todo o custo.
- então né Ryan- falei coçando a nuca.
- o que foi?- perguntou.
- quando eu capotei, foi naquela hora que...
- que?
- que eu perdi o bebe.
- droga- murmurou- mas tudo bem, vocês são novos, e vão ter com certeza mais para frente, se você lembrar- falou.
se eu lembrar, 
- não lembrou de nada?- perguntou.
- não- fiz careta- estou tentando de tudo.

P.O.V Justin Bieber

- Bieber?- chamou Chris.
- entra- disse e logo ele apareceu com Chaz.
- adivinha quem achamos?
- ela?- perguntei animado.
- isso.
- sabem quem ela é?
- não qual o nome ou ter imagem, porém sabemos que ela era uma dos tesouros de Moscou e ela era a unica da casa que sobreviveu ao assassino deles- disse Chaz.
- isso quer dizer que...
- que ela quem assassinou ele, ela esteve sempre nos mesmo lugares que nos, primeiro no racha, em seguida na boate, e tudo indica que esteve no Baile com Ryan também.
- ok,tentem contato com algum ex capanga de Moscou, alguém de dentro casa deles que já viu ela ou já falou com ela.
- vamos tentar.- falou me fazendo sorrir.
Dessa vez ela não escapa, vai queimar no fogo do inferno, ah se vai.

CONTINUAAA?

2 comentários: